Pages

29 de junho de 2008

Confiança


Não sou nem nunca fui uma pessoa muito confiante.

Claro que não ajuda muito em diversos aspectos. Há alturas em que acho que tudo e todos me podem vencer ou ultrapassar, fico em baixo, desiludida comigo própria porque as coisas deviam ser diferentes. Não devia ser assim, não tem de ser eu a mudar e adaptar-me ás coisas, mas sim as coisas adaptarem-se a mim, assim é que estaria certo! Mas não...fico mais em baixo, mais desiludida porque as coisas não são assim e nunca vão ser. Nessas alturas de desânimo preciso de alguém que me diga o quanto sou importante, o quanto faria falta e que não sou nem mais nem menos do que ninguém! E embora me custe, aí sim, desco à terra e vivo a minha Vida da maneira que acho melhor.
Hoje sinto-me diferente... mais confiante, e com a certeza que a Vida só tem de ser aproveitada ao máximo sem preocupações estúpidas que só nos fazem discutir.

Espero continuar assim, acreditando em mim....

1 comentário:

Alexandra disse...

Eu acredito em ti amiga! :)

beijinho