Pages

27 de maio de 2009

A menina Russa do momento..

Não concordo que depois de 4 anos retirem a criança á família de acolhimento, e muito menos para entregá-la a uma pessoa que nem conheçe e que nunca quis saber da menina. Acho que a família de acolhimento deveria poder adoptar a Alexandra assegurando assim o bem estar da mesma. Uma criança que anda assim de uma familia para outra não vai ter nunca uma vida estável. Não podemos brincar assim com a vida das pessoas. Isto revolta-me. Mas como tudo em Portugal, é lento e nunca resulta em nada...esta criança está destinada a ficar na Rússia com uma "Mãe" que não está preparada para cuidar de uma menina de 4 anos.

5 comentários:

CF disse...

Pois... Ainda não fiz um post sobre, só porque acho que ia ser muito mazinha; de qualquer forma, aproveito a deixa para dizer, e da experiência que tenho a trabalhar com casos de negligência, que a justiça funciona muitas vezes mal... Os direitos dos pais, prevelecem muitas vezes sobre os dos filhos, como se fossem sempre o melhor remédio, mesmo que maltratantes, mesmo que disfuncionais... Há casos em que sou extremista, e apologista de cortes definitivos, para se poderem criar novos laços, novas famílias, novas oportunidades; sem sombras... Infelizmente, muitas vezes não é assim, e sujeitam-se seres indefesos a atrocidades tamanhas, que decerto irão dar origem a personalidades desorganizadas. É o efeito bola de neve... Infelizmente, não se corta o mal pela raiz...

Olhos Dourados disse...

A mim também me revolta. Como é que é possível que tenham entregado a menina!

Saltos Altos Vermelhos disse...

sinceramente é um absurdo isto! :( já sabes a minha opinião!

HannaH Sophia disse...

o pior é o k a mae biologica lhe anda a fazer....

Gazeta na net disse...

Olá minha querida,
Sabes, foi imprudente, a decisão, pois não tem forma de corrigir, a forma, pois tornou-se uma triste imagem, e condenamos um ser humano com apenas 6 anos que nuca fez mal a ninguém nem teve a oportunidade de se defender ou dizer o quer que seja. É triste que assim seja a justiça.
Fica bem amiga
Beijo perfumado