Pages

15 de setembro de 2009

Selfish or not!

Um dia destes, em conversa com o R. chegamos a uma conclusão:

Não haverá cães na nossa casa.
Pra já, nunca estimei muito, aliás até gostava quando era pequena, depois fui mordida, e apartir daí...chapéu! Já ninguém me vê fazer uma festinha que seja a um animalzeco desses.


E a dependência que ganhamos deles! Uii.

Queres ir de férias, ou tens de o levar ou arranjar quem fique com ele. Queres ir um fim de semana fora, passa-se o mesmo. Decides fazer uma noitada, não consegues porque tens de dar jantar ao cãozinho....desculpem mas nãããã! Não é pra minha pessoa.

No entanto adoro gatos. E era bem capaz de ter um em casa. É diferente...um gato caça.
Se não tivermos por perto ele desenrasca-se na mesma. Se não são ratos é o jantar da vizinha. São muito mais independentes nesse aspecto. Mas mesmo assim, não seria pra já. Não tenho filhos, também não quero gatos. Não quero nada que me preocupe mais do que aquilo a que tenho direito.
Chamem-me egoísta, o que quiserem...enquanto tiver esta ideia não há bicharada naquela casa!
Esta foto faz-me mudar completamente de ideias. Porra!

13 comentários:

S* disse...

Olha... tu deixa-te de tretas. Havias de ter um a viver contigo UMA SEMANA (já nem digo mais!) a ver se voltavas a dizer essas baboseiras. :P

Luísa disse...

E eu que queria tanto um cão quando tivesse a minha casa. Ao ler o que escreveste começo a pensar duas vezes... lol

dinona disse...

Tiveste azar com o cãozinho, mas aposto que se desses oportunidade a outro ele não te iria desiludir.
Eu também já fui mordida e não é por isso que não gosto de cães.

Não negues à partida uma ciência que desconheces :)

E um animal não prende ninguém... ou melhor, prende tanto quanto um filho... desde que gostes dele, não há impedimentos para nada!

Beijocas

mjf disse...

Olá!
Vai falando...em menos de nada tens um cão e um gato em casa:=)))
Dão muito mais, do que pedem...
Dão-nos amor incondicional.

Beijocas

Only Words disse...

Bolas, ainda bem que li a legenda da imagem ahahahahaha
Um dia que tenhas uma animal, vais mudar de opinião. Vais ver que sim ;)

Cristina disse...

É eu também tinha traumas desses com gatos... E agora quem me tirasse o meu Milo...tirava uma parte de mim....

Laetitia disse...

A S* tem razão tem :p

HannaH disse...

por mais que possamos sentir esse egoismo (perfeitamente humano, natural!), acabamos por não resistir...:))) e tal como aqui foi dito, uma semaninha bastava para mudares de ideias! eheh

Lia disse...

eu sempre quis ter um cão e acho que o mimo que nos dão, compensa o trabalho... digo eu!!!

Green Eyes disse...

não acho que seja egoísmo, mas tal como já aqui te disseram, eles são irresistíveis, o au-au da foto é da raça da nossa cá de casa, tem o mesmo olhar :D

beijinhos
há um tempo para tudo ;)

Bomboca disse...

Eu quando tiver a minha casa quero ter um cão, mas só se tiver espaço para isso. São boas companhias e eu adoro. Quero um Scottex lolol.
Mas há uns anos tive um gato e digo-te que era o gato mais esperto que já conheci. Era sem dúvida independente, ia e voltava quando lhe apetecia.
Mas lá está, enquanto era pequenino ainda fez companhia, deu para brincar, depois cresceu e era vê-lo a ignorar toda a gente (menos quando lhe dava jeito) lolol.
O meu Doni era lindo ;) (que saudades)

Complica(da) disse...

Ai miga, não consigo perceber o que dizes...toda a minha vida tive bicharada em casa...cães, gatos, peixes, tartarugas, hamsters...enfim...e não consigo imaginar a vida sem eles! Tal como as crianças, são eles que te fazem manter os pés bem assentes na terra...uma casa sem um cão ou um gato é uma casa parada e aborrecida, ou seja, uma grande pasmaceira!

Framboise disse...

Não vou barafustar contra a tua decisão. Sim, tem muitos senãos e contratempos. Mas compensa sempre, amo as minhas gatas e a minha cadela :)
Beijinho