Pages

27 de dezembro de 2009

Voltei! Voltei!

Passada a época do consumismo, toca agora a fazer contas de sumir. O dinheirinho, esse, já lá foi.
Mas tristezas á parte, passou mais um Natal. Adoro o espirito natalício. :) Adoro ver a mana delirando com as prendas que o Pai Natal trouxe. Sem falar do copo de leite que o Pai Natal tem de beber quando vem pôr a tralha toda. (Este ano calhou-me a mim...e custou-me tanto, credo, em cima daquela ginja bleekkk). Mas a verdade é que não há nada que pague quando vejo as caras dos miúdos a receber os presentes :) A mim calhou-me umas boas prendinhas também, e a surpresa de num destes jantares de natal as minhas friends encherem-me de mimos. :D Pequenos gestos que fazem toda a diferença.

E o vosso natal?

9 comentários:

Nevoeiro de Verão disse...

Ginja e leite.... CRE-DO! xD
Ainda bem que foi do melhor ;) (tirando essa azia)

Já vou colocar no meu Blog como foi a segunda parte ;)

Beijinhoooos graaaandeeees *****

C'est la vie disse...

O natal sem crianças é tão sem graça! Elas são o natal! :D

Lu.a disse...

Ginja e leite é de facto uma combinação assustadora...

Kika disse...

Foi óptimo :)

Lídia Amorim disse...

Bom, o meu natal nã tem crianças, mas eu por mim/só, lolol já faço as criançadas todas eheheheh tou a brincar. o natal foi divertido, foi bom, em família, muitas prendinhas, muitos docinhos (ai!) e agora que venha o ano novo! :D

bjokas

opinião própria disse...

Voltaste . Ainda bem!

umquarentao disse...

Apelo em divulgação na internet:

Educação Sexual sem Tabus nem Neo-Tabus:
- Úteros Artificias (Uma Investigação Cientifica Prioritária) e prostituição subsidiada.

Ainda há parolos é que acreditam em histórias da carochinha... mas há que ASSUMIR a realidade:
- Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
- No entanto, para conseguirem sobreviver, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade. De facto, analisando o Tabú-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos; Ver http://tabusexo.blogspot.com/.


CONCLUINDO:
1º- Cada um é como é, as mulheres são como são, e os machos mais fracos (um exemplo: eu!) devem borrifar-se para o facto de serem rejeitados pelas mulheres: recorrer/pagar a prostitutas é uma actividade normal, não é uma actividade marginal [nota: os machos - das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas - devem ter direito a uma prostituição mais barata (leia-se subsidiada)].
2º- Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas é natural que sejam apenas os machos mais fortes a terem filhos, NO ENTANTO, as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!! Isto é, estas sociedades não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o caixote do lixo da sociedade!!! Isto é, os machos ( dotados de Boa Saúde ) rejeitados pelas fêmeas devem possuir o legítimo Direito de ter acesso a ÚTEROS ARTIFICIAS...



UMA OBSERVAÇÃO:
Hoje em dia, por um lado, muitas mulheres vão à procura de machos de melhor qualidade sexual, nomeadamente, machos oriundos de sociedades tradicionalmente Poligâmicas: nestas sociedades apenas os machos mais fortes é que possuem filhos, logo, seleccionam e apuram a qualidade dos machos.
Por outro lado, hoje em dia muitos machos das sociedades tradicionalmente Monogâmicas vão à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas [mais dóceis] oriundas de outras sociedades...

Lia disse...

o meu foi cheio de doces...mas não teve leite nem ginginhas...

M. disse...

adoro-te:)