Pages

24 de janeiro de 2010

Odeio!


Gente que fala alto.

Odeio que levantem o papagaio quando estão a falar comigo.

Passo-me.

7 comentários:

Rita Moura disse...

Como eu te entendo! ; ) ***

Rainha de Copas disse...

Já somos duas!!

Paula disse...

Eu estava aqui a pensar... vou escrever algo inteligente e não-violento, mas...

Que se lixe!

Comigo então... bahhh! Passo-me ainda antes de o perceber! A sério, depende muito da pessoa e situação, mas se for "a solo" (sem testemunhas), é logo à porrada e pronto! "Na focinha", de preferência, para deixar o ar altivo!

Desde que passei o "step" dos 18 anos, obriguei-me a racionar a dose, hoje em dia prefiro pensar em responder à letra com inteligência ou (tentar) ignorar, mas falar é fácil... mas é sangue o que me corre nas veias, não água, logo, é complicado!

Ah... e esqueçam o dedo apontado, aí é uma dentada na certa!

Frutinha disse...

Tal e qual!

Dina disse...

Tb odeio e deve ser destino porque as minhas colegas de trabalho são sempre dignas de peixeiras do Bulhão!

Mary disse...

Ora és tu e eu, agora imagina o que é trabalhar com um chefe que não sabe falar mas sim berrar e berrar... e alguns colegas do trabalho já seguem as mesmas pisadas, já não falam berram até não poderem mais...
Depois dizem que eu falo baixo, pudera falo normalmente eles é que não conhecem o conceito de falar em bom tom.
Ai ai as vezes apetecia-me partir ao safanão a todos.

isabel disse...

e gente que ao falar tem de estar a tocar-nos no braço constantemente?? ainda que estejemos a olhar para a pessoa!! xiças!