Pages

3 de fevereiro de 2010

Em média


quanto tempo leva um homem a perceber que

os sapatos são no lugar dos sapatos

e os casacos no lugar dos casacos??

12 comentários:

S* disse...

Preguiça a deles.

Diabo de Mulher disse...

Há um longo caminha a percorrer!

Menos disse...

O tempo de uma vida (longa)! **

Silk disse...

Amiga, ele há 2 tipos: os que NUNCA percebem e os que FINGEM que não percebem porque é demasiado trabalhoso para os seus ínfimos cérebros separar as coisas.
Coragem!
Aliás, nada disso, vinga-te!
Mistura-lhe as peúgas por cores desemparelhadas e diz que era para dar um ar mais alegre à gaveta!

Dan disse...

E que a tampa sa sanita é para baixar, e que a roupa não fica espalhada pela casa...

Muito tempo!!!

Beijinho

Adónis disse...

E quanto tempo leva uma mulher a perceber que não vem mal nenhum ao mundo se pegar nisso e arrumar?
Chatas, eternamente chatas.

Adónis disse...

E quanto tempo leva uma mulher a perceber que não vem mal nenhum ao mundo se pegar nisso e arrumar?
Chatas, eternamente chatas.

Silk disse...

Adónis, que repetitivo! Deve ser alguma mulher que te deixa assim tão enervado...

:-P

Anónimo disse...

Diz-lhe que o premeias se ele deixar os sapatos ou os casacos no lugar certo... Tudo funciona com o acordo certo, é necessário incentivo... Por ex.: Se durante a semana deixares os sapatos e casacos sempre bem arrumadinhos, compro uma lingerie nova para estrearmos no fim-de-semana.. hum, que tal? Verás que não abres a boca para falar nisso nem mais uma vez. AHAHAHAH :P

Anónimo disse...

Diz-lhe que o premeias se ele deixar os sapatos ou os casacos no lugar certo... Tudo funciona com o acordo certo, é necessário incentivo... Por ex.: Se durante a semana deixares os sapatos e casacos sempre bem arrumadinhos, compro uma lingerie nova para estrearmos no fim-de-semana.. hum, que tal? Verás que não abres a boca para falar nisso nem mais uma vez. AHAHAHAH :P

Adónis disse...

Foi brincadeira minha, mas agora vou fazer uma apreciação sincera ao assunto.
Toda a mulher nova, bonita e apaixonada que faz essas críticas ao marido ou namorado, tem ou vive com um homem pequenino.
Na verdade se esse homem não for crítico para ela, se não refilar porque bateu mais descuidadamente a porta do carro, se não a criticar porque acelerou de mais no arranque, se não lhe chamar a atenção para o jantar que está atrasado e ele tem pressa, Se compreender os seus atrasos na maquilhage, se não lhe ralhar por ter gasto aquele dinheiro e compreender que ela tem o mesmo interesse que ele na vida futura, enfim; se compreender que só o amor verdadeiramente conta e que o resto faz parte da natureza dos géneros; na verdade esse homem não ouvirá essas censuras da mulher.
Pelo menos é o que acontece no meu caso. Ela guarda-me a gravata, como sabe que por vezes também lhe arrumo os sapatos.

Vanessa Souza Moraes disse...

Uma vida não seria o suficiente.