Pages

4 de setembro de 2010

Perguntinha.

Eu sempre achei que era Madrasta do filho do meu marido.
Ontem , numa conversa de amigos falaram-me numa definição diferente daquela que sempre conheci. Disseram-me que só se considera existir uma Madrasta/Padrasto
quando a Mãe/Pai já tenham falecido.
Ou seja, neste momento sou apenas a "mulher do Pai".
Isto é mesmo assim?
A verdade é que não me faz diferença nenhuma, porque o filho do meu marido é como se fosse meu também e cuido dele da mesma maneira que cuidaria de um filho meu, mas já agora gostava de ficar esclarecida em relação a isto.
Se bem que "Madrasta" é uma palavra que detesto.
Tanto que o meu lindo G. chama-me boadrasta! ihihi So sweet!

9 comentários:

-Joana disse...

Bem, desconhecia tal coisa... :s
Mas boadrasta é melhor, hihi!

disse...

Penso que não - a partir do momento em que te casas, tornas-te madrasta. Também odeio a palvra, mas adoro a minha (ex) madrasta - hoje uma das minhas amigas do coração ;-)

PomPix disse...

Sim, realmente quando se fala em masdrasta a primeira coisa de que me lembro é da madrasta má da Gata Borralheira. Mas não faço ideia se essa designação só é utilizada quando a mãe da criança já faleceu. A meu ver, utiliza-se apartir do momento que o pai/mãe assumem uma relação com outra pessoa.

Indecisa disse...

Uma madrasta é uma mulher casada com um homem já com filhos, em relação aos filhos deste. Diz-se que quando um homem se divorcia da mãe de seus filhos ou se torna viúvo, a mulher com quem ele se casa passa a ser a madrasta de seus filhos. Os filhos, neste caso, são, em relação à madrasta, denominados "enteados".

Esta é a definição na wikipedia... MAs em alguns dicionarios diz que so qdo os pais ja morreram...

Olha nao sei! Mas continua é a ser a boadrasta e esquece a conversa... lolol

bejinheeee

Verinha disse...

Nunca ouvi tal coisa!
Os meus pais são separados e eu tenho madrasta e padrasto!

Também são palavras que não gosto nada...

Lia disse...

não sei...
mas isso implica que eu tb n sou madrasta! Sou só a Lia, como sempre fui... ou a princesa, como ele me chama:)

Olhos Dourados disse...

Nunca tinha pensado nisso. Mas de qualquer maneira não gosto dessa palavra também.

Rita disse...

Sinceramente não sei, mas tem a sua lógica..

Beijinhos*

Me disse...

Forget it... não passa de uma expressão!