Pages

21 de maio de 2011

Vai aonde te leva o coração.




"Pouco antes de nos deixarmos, durante a última estada nas termas, eu e o Ernesto tínhamos firmado um pacto. "Todas as noites", dissera o Ernesto, "às onze horas em ponto, qualquer lugar onde me encontre e seja em que situação for, sairei e, no céu, procurarei Sírio. Tu farás a mesma coisa e assim os nossos pensamentos, mesmo que estejamos muito longe, mesmo que não nos tenhamos visto há muito tempo e ignoremos tudo um do outro, encontrar-se-ão lá em cima e estarão juntos
E quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não metas por uma ao acaso, senta-te e espera. Respira com a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em que vistes ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar. Fica quieta, em silêncio, e ouve o teu coração. Quando ele te falar, levanta-te, e vai para onde ele te levar."






Susanna Tamaro

1 comentário:

Márcia disse...

a ultima frase marcou-me pra sempre e lembro-me sempre dela! é por isso k gosto tanto de ler pra memorizar experiencias,palavras e sentimentos k depois os possa transportar pra minha vida. e eu adorei esse livro! beijolas