Pages

25 de maio de 2012

Caixa prioritária

Como mulher de família que sou, ontem fui ao supermercado. Ao chegar à caixa para fazer o pagamento, dirigi-me à que estava mais vazia, mas que mesmo assim tinha umas 5 pessoas à frente. Era a caixa prioritária. Mas fui pelo facto de ser mais rápido e não para ter essa prioridade. Com 5 meses de gravidez ainda me aguento bem numa fila.
Acontece que a senhora da caixa, ao ver que eu estava grávida, mandou-me passar à frente. Nem imaginam a cara das pessoas para mim. My God! Parecia que tinha chegado ali e me metido à força. Vi a revolta na cara delas. Depois olhavam pra mim e procuravam a "prioridade"..."deixa-me ver onde é que esta tem que eu não tenho!! AH! Já vi!!! É a barriga!" Eu senti-me mal. Fiquei com a cara a ferver, de certeza que estava vermelha que nem um tomate! Mas depois penso...caramba, não fiz nada de mal. A senhora da caixa até teve uma atitude muito correcta, coisa que nenhuma das pessoas que lá estavam, tiveram. Que eu não estava à espera disso. Mas então que não me comam com os olhos quando sou chamada para passar à frente.

Sempre brinquei com o facto de que quando engravidasse ia usar sempre os estacionamentos para grávida, as caixas prioritárias, etc...mas até agora NUNCA usufrui de nada disso. Deixo para aquelas grávidas que estão bem mais aflitas do que eu, essas sim, tem o direito a isso tudo.

8 comentários:

Dina disse...

Devias ter respondido que o que tinhas a mais era educação ;)

Leeloo disse...

LOL há pessoas que de facto não entendem que a caixa é mesmo PRIORITÁRIA. Em regra nem me meto nessas caixas... mas quando acontece e vejo alguém com uma criança ao colo, uma senhora grávida ou pessoas com mobilidade reduzida, tomo logo a iniciativa de deixar passar à frente, como é lógico. aliás, faço isso tanto nas caixas prioritárias como nas que não o são. É uma questão de bom senso. Ainda esta semana insisti que uma jovem de muletas passasse à frente com o namorado. Não paravam de me agradecer. Até me senti constrangida.. o que fiz não foi nada de especial... que mundo estranho é este em que as pessoas têm que ficar muito surpreendidas quando alguém faz algo que nem boa acção é, é apenas um dever de cidadania e solidariedade?

Vânia e Mariana disse...

Eu também nunca fui muito de usar, mas existem para isso....
E digo.te quando chegava a uma caixa prioritaria e me sentia bem e as pessoas me dizam passe eu era a 1º a dizer que não...que estava bem e espera pela minha X...MAs se via alguem a olahr com cara de nojo, tipo olha esta vai-me passar a frente sem necessidade, era quando eu passava mesmo, lol :)

jinhos,

Mary disse...

Não tem porque se sentir mal, é um direito seu, e depois não fez mal a ninguém, o que acontece é que existe muita gente com falta de bom senso e falta de educação, essa é que é a verdade. Por exemplo eu nas caixas normais quando vejo que são pessoas velhinhas ou pessoal com crianças deixo passar e não morro por fazê-lo muito pelo contrario sinto que estou a ajudar alguém tal como gostaria que me ajudassem a mim caso precisasse ,o) beijinhooo

Anónimo disse...

Eu quando estava gravida para aí de uns 6 meses fui ao Pingo Doce da zona e a caixa que tinha menos gente era a prioritária e lá fui eu, como só tinha dois velhotes á minha frente nem quis usar a prioridade e esperei pela minha vez (apesar de serem os próprios idosos a querer que eu passasse á frente). Quando a senhora da caixa já estava a passar as minhas compras vem uma mulher e arma um berreiro porque tinha prioridade e podía passar-me á frente (de notar que não estava mais ninguém atrás de mim), quando me viro vejo a mulher com um miudo que devia ter uns 6/7 anos ao colo. A senhora da caixa lá lhe tentou explicar que primeiro não podería anular a minha compra para fazer a dela, e depois eu estava gravida e tinha direito á prioridade. Se visses o que a mulher reclamou até eu acabar de ser atendida... Por isso é que prefería ir ao Continente onde a caixa é mesmo exclusiva e não há confusões...

art.soul disse...

no Continente há uma caixa exclusiva. muitas vezes está fechada, tem um telefone e tu comunicas que está lá gente para ser atendida. eu usei, muitas vezes no 3º trimestre de gravidez, porque é um direito meu e porque fazia as compras sozinha, e depois ainda as arrumava em casa (marido a trabalhar na capital) por isso nunca me senti mal.

e tu, também não tens de te sentir.

Carla disse...

Infelizmente é muito comum isso acontecer. Não tens que te sentir mal, é um direito teu.

Bjs

A Madeirense disse...

Devias era evidenciar claramente a barriga ao passar como quem diz: "Toma lá que já almoçastes !!!"

Eu também tenho o hábito que dizer que vou usufruir de tudo o que tiver direito como grávida: estacionamentos, caixas prioritárias, passar à frente na fila para a casa-de-banho e sobremesas...